14
out
09

Colecionador Brasileiro: Esse grande herói!

Sábado, dia 10 de outubro de 2009…

Entrava esse que vos escreve em uma grande loja de brinquedos dessa bela capital que é Soterópolis, como sempre à procura de novidades que, com toda certeza, não chegam nunca… E tome-lhe a revirar displays (fala-se displêis, mas é conhecido em minha caatinga natal como ‘balaio’), “urubusservar” os cabides (novaxôrimfebre da HW com carro giratório no topo e tudo mais pra enganar os trouxinhas) e velhas gôndolas antes abarrotadas de panos de prato ou conchas de sopa, hoje abarrotadas de blisters ‘esfarofados’; e nada… Nadica de nada como diria Sá Carula do excelente filme ‘A Marvada Carne’.


Gastei sola de chinelo pra o ano todo, diesel na ‘essidéis’ do véio e horas preciosas de descanso nesse feriadão, para dar com os burros n’água literalmente, já que o bondoso Senhor queria nos testar como próximo local de dilúvio, nos mandando toda água possível pra um estado do nordeste de uma só vez; e para que tudo isso? Pra me contentar com tão somente um Larry’s Garage que tava devendo ao Lula Molusco, outro dileto colecionador baiano.

Caras, tou de saco cheio de ser colecionador brasileiro! Tá certo que aqui não tem maremoto, terremoto, furacão e terrorismo como apregoam alguns no intuito de nos conformarmos em sermos brasileiros; mas também não tem carrinho e nem carrão com preço baixo como os americanos!

Conversando com o meu amigo gerente dessa loja onde achei o Larry’s, expliquei pra ele nossa situação de escassez e ele explicou a dele de nada ter a oferecer; ou seja somos dois amarrados, apeados como burros fujões, sem alternativa de vislumbrar uma solução amenizadora para a situação. Me explicou ele que já falou várias vezes com o representante da Mattel na Bahia e este só lhe pediu calma e paciência; CALMA E PACIÊNCIA? Putz! O pobre gerente quer tão somente vender e receber seu soldo ao fim do mês, sem ter o fantasma do desemprego em torno de si, mas para vender, tem que ter O QUE VENDER! E não um monte de encalhe, sobra de gringo e lixo completo sem valor! Comemoramos agora a tão esperada chegada dos Larry’s Garage (essa linha tem até um preço decente: R$12,90; mas a qualquer momento a Mattel pode julgar que está vendendo por um preço baixo e aumentar, como fez com os Batmóveis 1:50 e as Ferraris 60 Anos) , os Drags (preço horrendo de R$23,90; melhor comprar os antigos Custom Classics por esse valor, já que os novos mudaram de nome e custam R$39,90!) e os HW 100% em “Red Box” (os antigos eram Black Box), mas o preço, meu Deus… O preço! R$49,90!!!

Pelo amor dos meus filhinhos como diria o nobre locutor Silvio Luis; esse preço é de ‘derrubar trem do mar’ de tão absurdo! E lhes digo o porquê:

Nos “Isteites” essa linha tem preços variando de US$4.99 a US$8.99 e olhe que lá eles ganham em dólar e nós em míseros reais tanto que, mesmo por esse preço vendido lá, convertido em reais fica barato pra gente cerca de (coloquemos o dólar a 2 contos) R$10,00 a R$18,00!! Viram o absurdo?

E ainda tem mais! Com certeza virão poucos modelos e em quantidades cavalares para que encalhem bastante por causa dos dois fatores abordados a pouco: O alto preço e o sem-número de unidades idênticas nas prateleiras das lojas…

Comentando isso com outro imenso colecionador (não no tamanho dele, mas da coleção, seja dito!) ele me disse com todas as palavras:

– Decerto é que a Mattel quer realmente que essa linha encalhe no Brasil, para ter motivo de retirá-la do mercado com a alegação de que nosso país não tem estrutura para receber um produto diferenciado e exclusivo.

Como fala bonito o rapaz, né não? Risos.

Mas ele realmente disse tudo em um parágrafo e eu assino embaixo! Um absurdo o valor da linha e pouco que terá em diversificação…

Querem apostar?

Lembram da Ultra Hots? Da Since ’68? Só veio refugo e caro! Ou alguém por aqui comprou as Drags tanto truck quanto bus da Since? Ou as Chevy Panel dessa linha também?

E a Classics? Com seus incríveis carros First Editions lindos de 2008/2009?

PelamordeDeus pessoal!!!

Como diria Bochechão; me façam uma garapa de limão balão!!!

E olha que nem tou metendo ainda na briga a minha doce e querida Matchbox que, se não fosse por intermédio do grande mestre MB, Maurício Piceli, eu tinha ficado sem o restante da linha 2008 e a nova linha 2009; essa injustiçada Matchbox que acalentou minha infância com meus MBs Lesney Superfast, que me ensinou a colecionar, haja visto que meu primeiro carro foi um Big Bull Cobra de 1974 da MB; foi retirada do mercado no meio da madrugada como um saco de lixo numa esquina qualquer, sem aviso e nem respeito a um dos maiores mercados de miniaturas automotivas do mundo! Vocês querem mais, ou estão satisfeitos? Uns até que sim, fazendo propostas indecorosas de aproximação com a Mattel, se me aproximar mais tomo uma bela duma porrada dela nos documentos que é o que me falta!

POIS EU NÃO ESTOU SATISFEITO! E mais; Os meus amigos indonésios e outros nossos vizinhos sul-americanos, como quem bato papo quase todas as noites, me matam de inveja e vergonha, exibindo seus vistosos MBs ‘zero-bala’; eu lhes pergunto: POR QUE SOMENTE O BRASIL É O DESPRIVILEGIADO?

Como diria Renato Fechini, um grande comediante e animador baiano:

-Quem souber, morre…

Portanto só tenho mais uma coisa a dizer, senão Tell corta minha ração de bode assado pela demora na entrega e extensão dessa crônica; espero que a RC2 (detentora da Racing Champions, Johnny Lightning e Ertl), a Greenlight e a Majorette (também sumida daqui) vejam nisso uma chance de abocanhar o mercado; a Jada já tá fazendo isso através da Candide; a New Ray já tem produtos muito bons e a que mais cresce no país, que teve uma visão empreendedora aqui em terras Tupiniquins, a Maisto, já traz pra cá, produtos de ponta com preços altamente competitivos (comprei todos os recém-lançados ‘Rescue Force’ e os ‘Outlaws’ por um precinho beleza: 12,90 cada… hehehehehehehe)!

Como disse acima, só tenho mais o seguinte a dizer, como diria minha mãe (eita que é tanto dito e não dito!):

– Quem não ouve ‘mude seu comportamento’, no presente; ouve ‘ô coitado’, no futuro…

Te cuida Mattel…

Emerson

Anúncios

4 Responses to “Colecionador Brasileiro: Esse grande herói!”


  1. outubro 14, 2009 às 11:19 am

    Levemos em considração que o dolar só tem baixado e por aqui não baixa nada !!!!!!!!!!!
    Paulinho Fuscaman

  2. 3 Danilo Caetano
    novembro 13, 2009 às 3:57 pm

    Amigo tb sou colecionador iniciante de minis de Salvador e estou assustado com o despreparo das lojas para fornecerem um produto de qualidade e diferenciado. Toda vez que vou a uma loja o que vejo são os besmos carros da semanda passada e da anterior a passada, ou seja, nada de novo, não respeitam o consumidor e tratam agente como se fossemos crianças de 8 anos comprando carrinhos para destruir com bate-bate, é uma vergonha, já larguei a Matel com o HotWheels e parti para a Jada e para piorar minha situação a JAda só chega carro repetido tudo de novidade acaba muito rapido e não da tempo comprar, quando sei que chegou em um determinado lugar corro e vou logo e nunca acho o que eu quero.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: