04
nov
09

AS MULHERES E O COLECIONISMO

“Por trás de um grande homem, há uma mulher maior ainda que permite que ele faça tudo que ela quer…”

Pois é, no colecionismo, assim como na vida e nas coisas terrenas, os seres humanos têm uma relação de amor e ódio impressionante, principalmente se essa relação humana for de humano macho pra humana fêmea, daí amigo, é o famoso “pega pra capar”, isso quando o assunto for discutido em brandas águas, porque normalmente não é e chega a ser bem pior….

mulher&Matchbox

Em matéria de colecionar miniaturas, reparei que o número de “cuecas” supera e muito o número de “calcinhas”, algo em torno de 90 para 10 num total de 100; isso traduzido em números que nunca foram meu forte, haja visto que fiquei de recuperação 3 anos seguidos no meu segundo grau; mas pelo que se pode perceber é um absurdo!


Tudo bem que a conta é inversamente proporcional quando se trata de colecionar a Barbie, mas há uma ressalva; existem mulheres, MULHERES MESMO que colecionam miniaturas de carros, já homens que colecionam Barbie… Opa! Sai pra lá sabujo!

Então por que mulheres femininas, gatas ou não que curtem minis de carros não as colecionam?

Creio que seja, muitas vezes por má vontade dos companheiros de cama, mesa & banho ou, na infância, pais muito severos:

– FILHA MINHA BRINCA DE BONECA!

Coisa mais idiota e carregada de preconceito do mundo! Se fosse assim, mulher não dirigiria! No entanto conheço centenas que dirigem melhor que homens… Ops! Desculpem-me; dezenas… Mas existem! E nem por isso deixam de ser mulheres, delicadas, realmente fêmeas e deliciosamente amáveis… Ahhh Dri, minha linda… Vixe! Voltemos à realidade!

Pesquisei isso aqui por Salvador e o resultado é estarrecedor; no nosso grupo de colecionadores temos algo mais ou menos assim:

3 colecionadoras que compram, compartilham com seus esposos e filhos (uma delas é solteira).

2 não colecionam, mas compram com o marido e para o marido, além de opinar na escolha dos modelos.

4 acompanham os cônjuges às nossas reuniões semanais no Bar Na Rua (olha a propaganda!!! Quero um H2O+ ‘de grátis’ amanhã!!! Hehehehehehehe).

1 faz beicinho, vista grossa, mas curte quando o maridão aparece com uma mini cor-de-rosa…

1 incentiva o marido a ir para as reuniões, mas ele prefere jogar Xbox em casa…

Isso num universo de, nosso grupo possuir aqui na Bahia, 18 marmanjos que sempre aparecem nas reuniões, fora os dissidentes e os ‘desaparecidos’!

Pelo menos não precisam usar de artifícios para chegarem em casa com suas preciosidades; recentemente, um famoso colecionador brasileiro me confessou que, às vezes, os tubos dos papéis higiênicos e as caixas de cereais têm sempre um ou mais “clandestinos loose”… Risos.

Respondendo a ele, por e-mail, disse-lhe que devia usar a artimanha “do canalha” que é a seguinte:

– Melhor do que gastar com cachaça! E ademais, se um dia a zorra apertar aqui em casa, é só ir no Mercado Livre e ‘desovar’ algumas preciosidades!

Tudo bem que é mentira, ninguém deixa de tomar cachaça (eu não deixo) pra comprar minis; eu pessoalmente, compro com o troco que o  garçon devolve…

Mas o interessante mesmo e a idéia central dessa crônica, é tentar reverter o quadro de escassez de mulheres colecionadoras; vamos levá-las às reuniões, vamos mostrá-las a perfeição das pequenas jóias em detrimento de um anel de diamantes, peçamos cooperação delas nas buscas em lojas e no ML e, acima de tudo, vamos comprar umas minis rosinhas que elas adoram, não custa quase nada agradar quem amamos, não?

Mas há casos irreversíveis; há um tempo atrás, esse “escrivinhador de bobagens” aqui, tinha uma namorada que sorria nas reuniões, se dava bem com as esposas dos outros colecionadores, mas quando saímos desse ambiente ela sussurrava comigo:

– Se a gente casar, jogo tudo pela janela…

Eu sussurrava de volta:

– Te jogo em seguida para, na queda, você catar uma a uma…

Detalhe moro no nono andar…

Resultado?

Não houve baixas nem de um lado e nem do outro, mas optei pelo que seria mais sensato: Ela não suportava minhas miniaturas, então terminamos e estou com minha coleção até hoje! Hehehehehehehehehehehe

 

Emerson Jambeiro é design, profº universitário e dublê de blogueiro.

Anúncios

4 Responses to “AS MULHERES E O COLECIONISMO”


  1. novembro 4, 2009 às 12:32 pm

    Messinho Jambeiro, tenho algumas dúvidas sobre sua tese:
    1- E os “meio termos”? Você bem sabe que no mundo do colecionismo, tem espaços pra amigos seus que ainda não decidiram em que time jogam.
    2- Faltou citar a Sra. que controla o dono do blog em que escrevemos na chibata. Rá!
    3- Soube eu, pelas más linguas, que uma senhorita um tanto quanto “côxa” e de pé enfaixado estará a espera do Sr. hoje no bar citado acima. Comparecerás?

    Thyerry

    • novembro 4, 2009 às 4:09 pm

      Caro companheiro de escravatura Thyerry:
      Veritas veritates data venia que têm muitos colecionadores um tanto dubios, mas a estes dei até uma opção na crônica; inclusive, estão em falta os cuecas-rosa no colecionismo de Barbie, onde as meninas imperam!! Hehehehehehehehehehehe
      Quanto a serem colegas meus, como diria o destacado filósofo baiano, Nonô de Itapoã: “LÁ ELE!!!”
      Tem uma mulher côxa me esperando hoje na reunião é??
      Pego mesmo! Pode ser côxa, canela, tornozelo e todo tipo de “mulher-anatomia” que aparecer!!! Huahauahauhauahauahauahauahauhauahauahauhaua
      Abração colega de senzala!!!!
      Emerson Jambeiro.

  2. 3 Flávio "Jadaman"
    novembro 5, 2009 às 7:09 pm

    Tirem essa mulher de cima do meu carrinhooooo!!!!

    Hehehe, brincadeiras à parte, não sou arquiteto, por mim teria uma dessa em cima de cada um dos meus carrinhos…… se eu fosse solteiro, obviamente (vai que a patroa lê isso, rs).

    Tell, Thierry parabéns pelo blog, e, grande amigo Emerson que dá jambos, seus posts e seus causos são uma diversão à parte.

    Grande abraço a todos,

    Flávio.

    • novembro 6, 2009 às 3:08 pm

      Rapá, essa é minha loura patroa qdo chamei para dar uma volta na nossa ferrari e ela confundiu com a mini!! Hahahahahahahahahaha
      Tudo sonho, não tenho ferrari 1:1, minha patroa, infelizmente, não é a gata acima e graças a Deus não dou jambos! mais uma vez, cito a figura lendária do maior intelecutal baiano de todos os tempos: Nonô de Itapoã que, num dos seus picos de filosofia, largou a seguinte pérola:
      LÁ ELE!!!!
      Hahahahahahahahahahaha
      Abraço véio!
      Emerson.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: