11
dez
09

Até os Pokemons evoluem.

Tenho lido em algumas revistas especializadas, desde o lançamento do Porsche Panamera, uma enxurrada de críticas. Alguns dizem que é um 911 limusine, outros dizem que agora sim a montadora alemã se descaracterizou, e li também alguns comentaristas que falam que não é surpresa essa “aberração” visto que a alguns anos veio ao mercado a Cayenne.

Ok, muitos acham que desde o lançamento da Cayenne a Porsche entrou em um terreno que não é o seu de origem, mas o que me deixa boquiaberto é que alguém que escreve para uma revista de automóveis não procure saber a história da marca que se atreve a comentar, pois a Porsche no inicio da sua historia fabricava tratores, além do seu criador Ferdinand ter criado Tanques de Guerra, dentre outras máquinas com intuito bélico.

E eu falo com (pouco, mas suficiente) conhecimento, que qualquer lançamento da Porsche tem pelo menos 20 anos de projetos, quando não bem (muito) mais, como é o casso do projeto do Panamera ou a embreagem dupla, hoje conhecida por PDK, que teve seu primeiro uso em meados dos anos 80.

Se hoje pudesse escolher com certeza teria um Porsche 993, ano 1995, que vem a ser a última geração que saiu com os famosos motores refrigerados a ar, mas saibam que não seria esse o motivo, seria por ser a geração que mais me agrada esteticamente. Como posso eu, estudante e amante da tecnologia, querer que até hoje os carros de uma das marcas mais marcantes do mundo ainda tenham motores puramente mecânicos e limitados a um modelo como muitos “querem”. Ou não querem? Acho que na verdade nem se importam, pois apenas querem um motivo para fazer um editorial, ou pequenas notas reclamando de algo que não foi do seu agrado pessoal, visto que continuo comprando tais revistas, pois todo mês pelo menos uma matéria de paginas são publicadas sobre análises e testes com notas altas sobre os lançamentos Porsche.

Vou fazer uma sugestão, aos que criticam a evolução dos Porsches, que façam suas colunas mensais naquela velha máquina de escrever, naqueles papeis antigos, quase higiênicos, com fotos de qualidade duvidosa, e aguardem os elogios.

Opinião minha: Todos têm saudades dos velhos Mucles Americanos com seus V8 monstruosos e beberrões, do fantástico motor refrigerado a ar que revolucionou por 50 anos, mas com o advento dos carros híbridos são obrigados a dizem que adoram carros verdes. Eu não gosto, e pronto, mas evolução sempre. Afinal, até os Pekemons evoluem.

Grande abraço a todos, ótimo fim de semana e quase feliz natal!

Tell

Anúncios

0 Responses to “Até os Pokemons evoluem.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: